Corpo de taxista estava em decomposição e possivelmente foi assassinado à paulada

Corpo do taxista João Alves Coelho, 55 anos, encontrado em estado avançado de decomposição em residência na cidade de Presidente Médici. Possível homicídio a pauladas. Polícia Civil investigará o caso.

Corpo de taxista estava em decomposição e possivelmente foi assassinado à paulada

No decorrer da tarde desta quinta-feira, 13 de junho, o corpo do taxista João Alves Coelho, 55 anos, da cidade de Presidente Médici, que estava desaparecido desde o dia 10, foi encontrado por populares em uma residência na Avenida Porto Alegre, já saindo do perímetro urbano da cidade de Presidente Médici.

De posse da informação uma guarnição da Polícia Militar deslocou-se até o local e

constatou a presença do corpo em estado avançado de decomposição, no interior da residência que estava sem morador. 

A Perícia Técnica se fez presente e em análise preliminar observou que o rosto da vítima estava muito inchado, e trabalha com a hipótese de que o taxista foi morto à paulada.

Após o trabalho pericial, o corpo foi liberado à funerária de plantão e agora a Polícia Civil investigará o crime contra a vida.

Clique aqui e siga Ji-Paraná News no WhatsAp